Conselhos para correr no calor do verão

Que calor! Não temos tanta vontade de correr no verão como em outras épocas do ano, neste ponto já não vemos tantos corredores como em Abril ou Maio. 
Porém, não há alternativa para os que estão pensando nas maratonas de outono que começar as preparações baixo o calor do verão. Além disso, ainda que o verão tenha suas férias e seus momentos de descanso, não é recomendável deixar de fazer exercício por completo, ainda menos se não queremos perder a forma que tanto custou ganhar nos últimos meses.
Hoje vamos dar uns conselhos para que os treinos do verão não sejam tão duros e possamos ter mais vontade de calçar as sapatilhas.
 

1.- Treina sem sol

A primeira é a mais evidente: treinar quando menos calor faz, normalmente é antes de amanhecer e quando apenas amanheceu. Também podemos correr depois do pôr-do-sol, na última hora da tarde, inclusive a noite se treinamos na cidade.
O importante é evitar as horas centrais do dia, e se não temos outra opção que correr ao meio-dia, temos que tentar correr na sombra ou simplesmente recorrer à esteira para correr ou ao fortalecimento em casa ou no ginásio.

2.- Corre perto da água ou sobre grama

Treinar com a presença da água faz que as condições, em geral, sejam mais frescas. Se morares perto da costa, correr no passeio da praia é uma opção muito boa, pois a brisa irá diminuir o calor.
Se morares no interior, um lago ou um rio também conseguem que as condições não sejam tão duras.
Além disso, se tens um parque perto, a grama faz que a temperatura diminua um pouco, assim que, além de ser uma boa superfície para correr, pois amortece o impacto, pode servir para os dias muito quentes.

3.- Hidratação, hidratação, hidratação

É o ponto mais importante. Temos que hidratar-nos, mas não só durante o treino. Temos que beber antes de correr ao redor de meio litro de água. Se pensas que precisas de menos bebe menos para evitar sensação de peso.
Se normalmente não bebes isotónicos, no verão é recomendável se suas muito, sobretudo para recuperar as sais minerais.
Quando o treino for de mais de 45 minutos, o melhor será levar um bidão com água ou bebida isotónica, e se o tempo for superior a 1h15-1h30, teremos que levar um cinto ou ter localizada alguma fonte para encher o bidão.
Depois do treino, temos que beber também para recuperar os líquidos e, se o treino foi intenso, tomar um comprimido de electrólito ou uma bebida que os contenha.
É o conselho mais importante porque se não o seguimos, correr com muito calor pode ser perigoso.

4.- Não uses roupa escura ou colada

Se já saiu o sol, não uses roupa escura (preta, sobretudo), por que irá “pegar” todos os raios do sol e a sensação de calor aumentará. Para calças e leggings não há muitas opções, o melhor será que a t-shirt for branca, amarela ou de outra cor clara.
Também é recomendável que seja solta para evitar o calor que fornece a lycra.
Temos que evitar a roupa de compressão nestas datas, tal vez só meias se é para atenuar o efeito de alguma lesão.

5.- Utiliza o protetor solar

Se o treino durará mais de 20 ou 30 minutos, o recomendável e utilizar protetor solar antes de sair de casa. Isto é importante não só no verão, mas para todo o ano, sobretudo se moras em um lugar onde o sol estiver forte quase todo o ano.
Utiliza o fator mais adequado para tua pele e, ao voltar a casa, utiliza creme de aloé vera na cara para proteger.

6.- Boné ou viseira

Ainda que possa parecer uma bobagem, utilizar um boné ou não pode mudar o treino por completo. Se o sol já saiu, que os raios incidam directamente sobre a cabeça pode fazer que a sensação térmica aumente muito e não for possível acabar o treino.
Também temos que notar que pela cabeça também se expulsa calor corporal, assim que tenta que o boné não seja muito grosso, ou que tenha malha para que o calor não fique preso.

7.- Óculos de sol

Se tiveres muita sensibilidade nos olhos, uns óculos de sol podem evitar muitos desgostos no futuro.
Há muitas opções no mercado com uma gama de preços muito variada. Pagamos pelas marcas, mas também pelo peso, o conforto e os materiais, assumindo que todas têm a certificação da UE.
Se nunca tens utilizado e trás os treinos no verão sentes que não podes ver tão bem, considera dar o passo.

8.- Levar com calma

O calor do verão pode ser traidor e, se o treino é muito intenso, pode acabar em uma situação desagradável.
Se estiveres preparando uma corrida importante para Setembro ou Outubro, será inevitável meter dias de séries ou alguma rodagem intensa. Leva em conta todas estas recomendações, mas, se algum dia não podes completar o treino, não tem importância, sobretudo nos dias que o termómetro marque mais de 35ºC.
Se não estás preparando nada específico, é a melhor época do ano para baixar o acelerador e realizar treinos de manutenção, tenta não correr mais de uma hora continuada, realizar alguma progressão para não perder velocidade e fortalecer no ginásio ou desde casa.