¡BIENVENIDOS A RUNNICS!

Generic selectors
Coincidencias exactas
Busqueda en Titulo
Busqueda en contenido
Busqueda en Entradas
Busqueda en Paginas

Nike Cortez: A história de um mito

2 Ago 2017
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Nike Cortez: A história de um mito

Autor: Carmen Velarde
em Tênis Running

Nike Cortez

Como muitos da minha geração a pensar na Nike Cortez inevitavelmente vêm à mente a imagem de Forrest Gump tirar dela a partir da caixa e usá-los para visitar os Estados Unidos na alegoria mais divertida da democratização do running tem sido já fez no filme.

A carreira cinematográfica das Cortez não se limita a Forrest Gump: também apareceu no Karate Kid, de Leonardo DiCaprio também vestindo uma das sequências mais hilariantes de O Lobo de Wall Street, e Bella Swan -protagonista da saga Crepúsculo interpretada por Kristen Stewart, ícone milhões de jovens- fez o mesmo usando o modelo preto com pomba branca.

Mas seu estatuto respeito dele vir às Cortez muito antes do que o filme decidiu louvá-las como modelo de culto desde as suas origens, as sapatilhas que marcou um antes e um depois na história da Nike, passou pelos pés de todo tipo de celebridades das décadas dos setenta e oitenta. A origem das Nike Cortez O modelo começou a surgir em 1971 como uma resposta à procura de Phil Knight e Bill Bowerman Nike –fundadores de Nike, que era então ainda chamado Blue Ribbon Sports- uma sapatilha funcional com que os atletas pudessem correr confortavelmente. Para o efeito, importaram as Onitsuka Tiger, é agora conhecido como Asics, para, em seguida, criar as Tiger Cortez. Mas divergências com a empresa japonesa resultou em um processo judicial que acabou dando a Blue Ribbon Sports a propriedade das sapatilhas. Para os Jogos Olímpicos de 1972 a empresa já havia mudado seu nome e apresentava suas sapatilhas estrela sob o nome de Nike Cortez. Por que Cortez? O Mundial 1970 de futebol foi disputado no México com as Adidas como o principal patrocinador, que aproveitou a ocasião para honrar a bola do Mundo, chamada Azteca, jogando uma sapatilha com o mesmo nome. As Adidas Azteca, o modelo clássico em branco com três listras azuis, chegou ao mercado com a intenção de também se tornar sapatilhas de uso diário.

Os criativos da Nike tinham claro desde o início que eram os concorrentes que tiveram de derrotar, e não pensaram melhor ideia para enviar uma mensagem para Adidas e contrariar o lançamento das Aztecas batizando seu novo modelo como Cortez: A adaptação do apelido do conquistador espanhol Hernán Cortés, que colocou o México sob o domínio da Coroa de Castela. Inspirado em chinelos Uma das curiosidades mais marcantes que cercam o nascimento das Cortez é o fato de que o primeiro protótipo partiu para destruir um chinelo, depois de Bill Bowerman ouviu alguém dizer que a sapatilha perfeita para correr deve ser tão macio e confortável, como um chinelo que usava para tomar o banho no ginásio.

A mudança nos materiais utilizados na fabricação do modelo final, que passou de couro para nylon, foi decisiva na determinação do sucesso das Cortez, que deixou de ser um modelo exclusivo para atletas profissionais a um modelo acessível, que se tornou o favorito daqueles que começou a se envolver no running, e eventualmente conquistar o street wear. Nike Cortez: De Farrah Fawcett a Bella Hadid

Embora possamos encontrar as Cortez em inúmeras combinações de cores diferentes, é certamente o modelo Nike clássico Cortez em branco com toques de vermelho e azul, que é indiscutivelmente o título de modelo mais emblemático. E parte da culpa, tiveram na época Whitney Houston em sua performance no Superbowl 1991, Farrah Fawcett com aquelas inesquecíveis fotografias sobre um skate e Bella Hadid agora fecha o círculo com um tributo à estrela Os Anjos de Charlie para celebrar o 45º aniversário destas sapatilhas já clássicas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Leave a Comment

125 thoughts on “Nike Cortez: A história de um mito”

Generic selectors
Coincidencias exactas
Busqueda en Titulo
Busqueda en contenido
Busqueda en Entradas
Busqueda en Paginas